Pastori retira pré-candidatura e segue PDT no apoio ao Dr. Rogério Rezende – Plural Notícias

Pastori retira pré-candidatura e segue PDT no apoio ao Dr. Rogério Rezende

Numa decisão tomada pelo diretório estadual do PDT, através do Dr. George Morais e da deputada federal Flávia Morais, Júnior da Pastori Engenharia recuou de sua pré-candidatura a prefeito de Itumbiara. O partido anunciou apoio ao Dr. Rogério Rezende (PRTB) e Pastori seguiu a legenda, também declarando apoio ao médico.

“Há 40 dias plantamos uma sementinha com o anúncio da pré campanha a prefeitura de Itumbiara. Um projeto audacioso para um desconhecido político. Começamos formiguinha e com a ajuda dos amigos nossa mensagem foi ganhando proporções. Nossa mensagem cristã foi espalhada por Itumbiara, mas o tempo é curto para alcançar a quantidade de votos para vencer as eleições e não posso ser egoísta a ponto de afirmar que somente podemos ter uma Itumbiara melhor se for eu o prefeito. Não tenho essa prepotência nem esse egoísmo”, declarou Júnior da Pastori Engenharia.

Ele completa: “confesso que queria ficar quietinho e imparcial. Muitas vezes julguei o pré candidato pelos dois processos que o mesmo responde na justiça. Sentei na cadeira de juiz e o julguei sem ouvir as partes. Ouvi sua versão dos fatos ontem. Até então só tinha ouvido a da imprensa e dos seus adversários. Não decidi quem tá certo ou errado. Só que não cabe a mim fazer isso e sim a justiça seguindo todo o rito processual”, afirmou.

Segundo Pastori, Dr. Rogério ouviu suas propostas e decidiu incorporar ao seu plano de governo a proposta de Pastori para o Restaurante Popular em Itumbiara para atender mil pessoas por dia com três refeições e construção de casas populares, em parceria com a Caixa, onde a Prefeitura entraria com o terreno, barateando o custo do financiamento.

“Fica a mensagem a você que nos acompanhou durante os últimos dias que não estou apoiando um político, e sim dois grandes projetos nossos que foram incorporados por ele na sua plataforma. Não combinamos cargos, secretarias nem recebemos dinheiro. Não pedi, nem foi ofertado. Para mim, se esses 2 projetos forem executados em Itumbiara nada foi em vão e seria a mesma coisa que tivéssemos vencido as eleições”, declarou o advogado, engenheiro e professor Júnior da Pastori Engenharia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *