segunda-feira - 12/04/2021
spot_img

Nilton Lamas, autor do sucesso “Entre Tapas e Beijos”, morre em Rio Verde

Faleceu nesta quinta-feira, aos 68 anos, o cantor Nilton Lamas, em Rio Verde. O corpo será velado a partir das 19h, na Câmara Municipal de Rio Verde, onde Nilton Lamas exerceu mandato na legislatura passada. O anúncio da morte do cantor, que enfrentava problemas de saúde desde o ano passado, foi anunciado por seu filho, Regis Lama. O sepultamento ocorrerá em Santo Antônio da Barra.

Compositor e cantor, Nilton Lamas ficou conhecido nacionalmente como compositor do sucesso “Entre tapas e beijos”, responsável por alavancar a carreira da dupla Leandro e Leonardo, no início da década de 90.

Foi um dos autores de um dos maiores hits da moderna música sertaneja, a canção “Entre tapas e beijos”, parceria com Antônio Bueno e grande sucesso gravado pela dupla Leandro e Leonardo. Essa música recebeu também versão em espanhol gravada por Mario Ayala, e em japonês, além de receber paródias de Silveri e Barnabé, Bento e Mamão e Toshiro e Tanaka. Em 1987, teve a composição “Resto de vida”, com Antônio Bueno, gravada em LP pela dupla Leandro e Leonardo. Em 1989, ele mesmo gravou “Entre e tapas e beijos” sem grande repercussão. No mesmo ano, a música foi lançada pela dupla Leandro e Leonardo, no primeiro disco da dupla pela gravadora Continetal e o sucesso obtido os lançou à condição de astros, com uma vendagem de mais de um milhão de discos. No ano seguinte, a mesma dupla gravou “Só fazendo amor”, com Edilson Lima e Sebastiana Gouveia. Também em 1990, a balada “Lágrimas de um homem” foi lançada pelo cantor Nilton César em disco da gravadora Copacabana. Em 2001, sua composição “Coisinha bela” foi uma das principais músicas do 12º disco lançado pela dupla Chico Rey e Paraná, tornando-se um dos maiores sucessos da dupla. Em 2002, “Entre tapas e beijos” foi regravada por Leonardo no CD “Todas as coisas do mundo” gravado ao vivo por ele na gravadora BMG. Em 2003, “Entre tapas e beijos” foi regravada por Reginaldo Rossi no CD “Reginaldo Rossi ao vivo – O melhor do brega” da gravadora Indie Records. Em 2005, a dupla Bruno e Marrone gravou “Coisinha bela”. Teve também a música “Remédio ou veneno” gravada pela dupla Alan e Aladim. No mesmo período, sua  gravação de “Meto o pé na cara dele” foi uma das mais pedidas nas Rádios de Goiânia. Por essa época, “Entre tapas e beijos” recebeu versão intrumental no CD “Sax romântico” do instrumentista Evaldo Tocantins. Em 2006, foi uma das atrações do IV Arraial das Abóboras, na cidade goiana de Rio Verde, que, segundo muitos, já é considerada a segunda maior festa junina brasileira. Apresentou-se também na 1ª Feira Agro-Industrial da cidade de Acreúna e em show na cidade de Goiânia. Em 2007, teve a sua música “Só fazendo amor” (c/ Edilson Lima e Sebastiana Gouveia) regravada pela dupla sertaneja João Bosco & Vinicius, no CD/DVD “Acústico pelo Brasil”, lançado pelo selo Sony Music. No mesmo ano, a sua música “Entre tapas e beijos” (c/ Antonio Bueno) foi regravada pela dupla Di Paullo & Paulino, no CD “Hora Certa”.

VEJA TAMBÉM

SIGA NAS REDES

2,762FansLike
1,019FollowersFollow
0SubscribersSubscribe

PUBLICIDADE

spot_img
spot_img
spot_img