terça-feira - 21/05/2024

Médico de Itumbiara foi colega de faculdade e é amigo próximo do ministro da Saúde Mandetta

O médico itumbiarense Júlio César Leão é amigo próximo de Henrique Mandetta, ministro da Saúde do governo Bolsonaro. Os dois são colegas desde os tempos da faculdade, quando cursaram Medicina no Rio de Janeiro, há mais de 30 anos. Após a faculdade, Mandetta retornou ao Mato Grosso do Sul e Júlio Leão veio para Goiás e estabeleceu em Itumbiara. “Mas sempre mantivemos contato pelo grupo da nossa turma e agora com WhatSapp falamos direto, quase todos os dias”, relata Júlio Leão.
O oftalmologista conta que Mandetta foi secretário de Saúde em Campo Grande e depois secretário estadual de Saúde, além de ter sido eleito duas vezes deputado federal pelo DEM do Mato Grosso do Sul. Pelo WhatSapp, os dois trocam informações e experiências na área de saúde. “Tenho contato direto com ele, no seu WhatSapp particular, dando opiniões e até orientações”, diz Júlio Leão, que também foi gestor na área de saúde pública e acumula grande experiência no setor.
Júlio Leão diz que Mandetta tem condições de fazer um grande trabalho na área de saúde pública, por sua visão como médico e gestor municipal e estadual. O médico também destaca a legenda do ministro, que é filiado ao DEM. Júlio Leão apoiou a reeleição do deputado estadual Álvaro Guimarães (DEM) e do senador Ronaldo Caiado (DEM) para governar Goiás, acreditando que todos eles vão surpreender positivamente em suas atribuições. É filiado ao DEM, presidido por Dione Araújo. “É um grande empresário, gestor eficiente, que contribui com empregos e desenvolvimento em Itumbiara e região. Amigo do Caiado, do Álvaro, bem relacionado com o DEM nacional, com os ministros e lideranças políticas e tem muitos projetos interessantes para Itumbiara”, destaca Júlio Leão.
“Mandetta é pupilo do governador Caiado, os dois têm grande relacionamento no campo político, atuaram juntos no Congresso e ele sempre seguiu conselhos do senador Caiado e Goiás, logicamente, terá grande força no Ministério da Saúde”, avalia.
Júlio Leão está ajudando o ministro a solucionar a gravidade nos Hospitais Federais do Rio, que passam pela pior crise de sua história, com escassez de medicamentos básicos, equipamentos hospitalares sem manutenção, reflexo da corrupção dos governos anteriores e da falência do Rio de Janeiro. Para Júlio Leão, o ministro Mandetta vai priorizar a saúde básica, com avaliações constantes dos 5.570 municípios brasileiros. “Acredito que ele vai priorizar as ações básicas de saúde de uma maneira rígida e bem orientada, não esquecendo das unidades secundárias e terciárias. Será uma política de saúde sem empreguismo político, voltada para questões técnicas e isto será cobrado. O município que não acompanhar, pode até perder recursos”, declarou.
Para o médico Júlio Leão, os municípios com gestão plena terão que resolver seus problemas de saúde no próprio município, inclusive a média e alta complexidade. “Em Goiás o governador Caiado já deixou claro que a reboqueterapia, de transferência de pacientes para fora, vai acabar e neste contexto, nós temos condições de ajudar Itumbiara e me coloco à disposição do município e da Secretaria Municipal de Saúde para facilitar as ações junto ao ministro Mandetta”, assinala o médico.

VEJA TAMBÉM

PUBLICIDADE

spot_img

spot_img