segunda-feira - 17/05/2021
spot_img

Major Bessa assume o 5º BPM

O 5º BPM – Batalhão Tiradentes- está sob novo comando. Em solenidade realizada na última terça-feira foi efetuada a passagem de comando. O tenente coronel Wellington Monteiro Guimarães passou o comando para o major Bráulio de Souza Bessa. A solenidade aconteceu no salão do Tribunal do Júri, no Fórum de Itumbiara, com a presença de diversas autoridades, como o juiz José de Bessa Carvalho Filho, promotor de justiça Arquimedes Queiroz Barbosa, comandante do 6º CRPM (Itumbiara) coronel Wilmar Rubens, comandante do 9º CRPM (Catalão) coronel Rejânio Mendes Lopes, delegado regional Ricardo Torres Chueire (6ª DRP), policiais militares e representantes da sociedade organizada.

No mesmo local, o 6º Comando Regional da PM efetuou a passagem de comando da 10ª Companhia Independente da Polícia Militar, com sede em Morrinhos, ao major Levi Santos Santana. O tenente coronel Wellington deixa o 5º BPM após mais de oito meses de trabalho. Ele assumiu em janeiro deste ano e neste período houve redução dos índices de criminalidade, principalmente os casos mais graves, como roubo e homicídios. Quando chegou à cidade era major e foi promovido.

O comandante pretende tirar uma licença especial e em seguida entrar para a reserva, após cerca de 30 anos prestados à Polícia Militar goiana.

MAJOR BESSA

Nascido em Goiânia, Bráulio de Souza Bessa tem 43 anos, é casado e tem duas filhas. No currículo da PM, tem passagens  pelas cidades de Rio Verde, Mineiros e Goiânia, respondendo por policiamento urbano, comandante de batalhão de terminal e subcomandante do COPOM, entre outras funções.

Formado em Direito, Bessa é pós-graduado em Segurança Pública, tem cursos de negociador, promotor de polícia comunitária, gerenciamento de crises e negociação. Já recebeu diversas medalhas e honrarias, como Ordem do Mérito Tiradentes e título de cidadão crominiense. Em contato com Jornal Plural, Bessa declarou no 5º BPM vai reforçar a aproximação da Polícia Militar com a comunidade, combate duro à criminalidade com a otimização do emprego do efetivo e resgate da autoestima da tropa.

VEJA TAMBÉM

SIGA NAS REDES

2,820FansLike
1,019FollowersFollow
0SubscribersSubscribe

PUBLICIDADE

spot_img
spot_img
spot_img