Lei Maria da Penha na Escola será implantado em Itumbiara – Plural Notícias

Lei Maria da Penha na Escola será implantado em Itumbiara

A Coordenadoria Estadual da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás, representada pela desembargadora Sandra Regina Teodoro Reis (coordenadora), pelo juiz Vitor Umbelino Soares Junior (vice-coordenador), e pela secretária executiva Lucelma Messias de Jesus, recebeu, na última sexta (06), o representante do Ministério Público da comarca de Itumbiara, promotor de Justiça José César Naves de Lima Júnior e a assistente de promotoria Patrícia Raposo Moreira para uma reunião referente à implantação e execução do Projeto Educação e Justiça: Lei Maria da Penha na Escola na comarca de Itumbiara.

Na oportunidade, foram discutidos os procedimentos necessários à implantação do Projeto Lei Maria da Penha na Escola naquela cidade, bem como a capacitação e treinamento dos profissionais integrantes da Rede de Atendimento e Proteção à Mulher de Itumbiara. Na reunião também foram apresentadas as ações e atividades realizadas pela Rede de Atendimento e Proteção à Mulher de Itumbiara, que foi criada no dia 4 de maio de 2018, e cuja composição conta com diversas instituições públicas e privadas. Segundo a assistente do Ministério Público, Patrícia Raposo Moreira, a parceria para a implementação do projeto tem tudo para ser um grande sucesso na cidade de Itumbiara, considerando o interesse pela temática e o engajamento dos profissionais da educação e da rede de proteção à mulher. Foi ressaltada, ainda, a importância da implantação da Casa da Mulher, destinada ao atendimento multidisciplinar das mulheres em situação de violência doméstica e familiar. Maria da Penha na Escola.

A desembargadora Sandra Regina Teodoro Reis destacou que o Projeto Educação e Justiça: Lei Maria da Penha tem o propósito de firmar a atuação dos profissionais da educação, em parceria com o sistema de justiça, como instrumento de prevenção da violência doméstica e familiar, por meio da conscientização de crianças e adolescentes sobre a necessidade de quebra do modelo cultural machista que ainda permeia nossa sociedade.

O coordenador executivo do projeto, juiz Vitor Umbelino, explicou que, com a definição das datas, gestores, coordenadores pedagógicos e professores de escolas da rede estadual e municipal de Itumbiara passarão pela capacitação e treinamento relativo às principais noções sobre Violência Doméstica contra a Mulher e Lei Maria da Penha. A capacitação, segundo o magistrado, está estruturada em quatro módulos: Unidade I – Gênero e violência contra a mulher; Unidade II – Lei Maria da Penha e medidas protetivas de urgência; Unidade III – A rede de proteção às mulheres; Unidade IV – A importância das escolas na prevenção à violência contra a mulher.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *