sábado - 24/07/2021
spot_img

Júnior Pastori: “Itumbiara precisa eleger seu federal”

Júnior Pastori: “O dinheiro para obras está em Brasília. O que falta é alguém da cidade que lute por ele” (Foto: Divulgação/Divulgação)

Levantamento divulgado pelo Jornal O Popular mostrou que em 2020 Itumbiara foi, entre as cidades com mais de 100 mil habitantes, uma das que menos recebeu recursos de emendas parlamentares da bancada federal. Santa Helena, com pouco mais de 38 mil habitantes, foi a segunda maior beneficiada com destinação da verba, porque tem o deputado federal Alcides Rodrigues (Patriota).

A escassez de recursos federais está relacionada com a representação em Brasília. A última vez que Itumbiara elegeu deputado federal foi em 1998, com Zé Gomes da Rocha, que exerceu quatro mandatos no Congresso. De lá pra cá, a cidade nunca mais elegeu um filho da terra, sendo representada por deputados federais de outras regiões.

Neste cenário, começam a surgir nomes com intenção de ocupar essa cadeira representando Itumbiara, como o do médico e ex-vereador Rogério Rezende, o campeão olímpico Dante Amaral e do engenheiro e advogado Johnis Pastori Júnior, que hoje está filiado no PDT da deputada federal Flávia Morais e chegou a colocar o seu nome como pré-candidato a prefeito de Itumbiara na última eleição, mas recuou antes de efetivar a candidatura.

Pastori afirma que não disputará a eleição pelo PDT e que já está em negociações com um partido forte do município para disputar uma possível candidatura federal em 2022. Ele observa que cada deputado federal tem cota mínima de R$ 15 milhões em emendas impositivas no Orçamento da União e embora tenha que distribuir para vários municípios de sua base, um deputado da cidade poderia destinar pelo menos a metade, ou seja, R$ 7,5 milhões por ano, o que daria investimento de R$ 30 milhões no mandato para Itumbiara, sem contar outros recursos, como convênios. “É o caso de Santa Helena, que recebeu R$ 11 milhões em emendas somente no ano passado, devido ao deputado Alcides Rodrigues, que é filho da cidade”, explica.

Pastori representa uma bandeira que poucos políticos abordam: habitação. Ele criou recentemente um grupo no Facebook chamado ‘Pastori, Me tira do Aluguel’ que visa trazer informações úteis para a população para conseguir sua casa própria através do financiamento da Caixa Econômica no Programa Casa Verde e Amarela, que sucedeu o antigo Minha Casa Minha Vida.

O ponto negativo para Pastori é que ele ainda não é familiar do eleitorado itumbiarense, haja vista que ainda não disputou nenhuma eleição, mas como pontos positivos Júnior Pastori agrega o perfil de empresário de sucesso, pai de família, cristão evangélico, professor universitário, além de já ter ajudado na sua empresa mais de 600 famílias conseguirem o financiamento da casa própria. Embora ainda falte um ano e meio para início do processo eleitoral de 2022, os atores políticos já se movimentam no tabuleiro e a disputa pelo voto promete ser acirrada.

VEJA TAMBÉM

SIGA NAS REDES

2,837FansLike
1,019FollowersFollow
0SubscribersSubscribe

PUBLICIDADE

spot_img
spot_img
spot_img
spot_img
spot_img