Hospital São Marcos reabre as portas dia 29, garante Dione Araújo – Plural Notícias

Hospital São Marcos reabre as portas dia 29, garante Dione Araújo

O Hospital São Marcos, de Itumbiara, reabre suas portas no dia 29 de junho. A garantia foi dada pelo secretário estadual de Saúde, Ismael Alexandrino, após uma reunião no último dia 16 com a equipe técnica da Secretaria Estadual de Saúde, da INTS (Organização Social que vai gerir o hospital), o empresário Dione Araújo e o presidente da CDL, Orlando Ferreira.

Para otimização dos recursos públicos, o hospital terá uma reabertura gradual e programada, iniciando com 60 leitos convencionais e 12 de UTI, sendo dois para isolamento. De início será um Hospital de Campanha, exclusivo para tratamento de pessoas com coronavírus, novos leitos serão implantados quando a ocupação se aproximar de 80%, conforme o aumento da demanda. A medida evita desperdício de recursos públicos, pois a reabertura com plena capacidade demandaria custo elevado com leitos e equipes médicas sem uso imediato.

Após a pandemia do coronavírus, o São Marcos vai funcionar como Hospital Regional, com 200 leitos e 30 de UTI. Para Dione Araújo, trata-se de uma conquista histórica para Itumbiara e região efetivada pelo governador Ronaldo Caiado (DEM), com grande esforço das lideranças políticas e da sociedade itumbiarense, que empenharam nesta causa.

Reabertura gradual e programada é eficiência dos recursos públicos

O Hospital São Marcos vai reabrir com 60 leitos convencionais, 10 leitos de UTI e 02 leitos de isolamento e nesta primeira etapa vai funcionar exclusivamente como Hospital de Campanha, para tratamento de pacientes com coronavírus.

A abertura do hospital será gradual e programada, o que garante uma máxima eficiência dos recursos públicos. De acordo com o secretário Ismael Alexandrino, neste momento serão 12 leitos de UTI e à medida que houver necessidade, novos leitos serão implantados. O escalonamento gradual evita o desperdício de recursos públicos, pois se fosse iniciada a estrutura com sua capacidade plena, já que se trata de um Hospital de Campanha, ficaria com leitos ociosos, gerando um custo elevado para o Estado e sem uso. Outro aspecto do escalonamento é permitir o treinamento dos funcionários, uso dos materiais de segurança e ocupação gradativa do prédio do São Marcos, que está passando por reformas e adequações de acordo com as exigências dos órgãos de fiscalização e do Corpo de Bombeiros.

Logo após a pandemia, o São Marcos irá funcionar como Hospital Regional, com 200 leitos e 30 de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), com sua capacidade total.

Dia histórico para Itumbiara, diz Dione

29 de junho será um dia histórico para Itumbiara e região, afirma Dione Araújo, pois a população da região terá UTI pública e estrutura do Hospital Regional para atendimentos. Ele enfatiza agradecimentos ao governador Ronaldo Caiado, ao secretário estadual de Saúde Ismael Alexandrino, deputado estadual Álvaro Guimarães e toda sociedade itumbiarense que abraçou essa bandeira. O Hospital foi prometido em março pelo governador e em menos de quatro meses está sendo reaberto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *