terça-feira - 21/05/2024

Escolas estaduais vão executar hinos Nacional e de Goiás

Cultivar o orgulho de ser goiano, de ser brasileiro. É com esse olhar que a Secretaria de Educação (Seduc) tem orientado diretores, coordenadores e professores a intensificarem o hábito de executar o Hino Nacional Brasileiro nas escolas, e também incluírem na rotina dos estudantes o Hino de Goiás.

O governador Ronaldo Caiado, em decreto publicado na terça-feira, dia 29, tornou obrigatória a execução dos dois hinos uma vez por semana em todas as escolas de Ensino Fundamental da rede pública. “Vamos investir na valorização do nosso Estado, da nossa identidade, no amor pelo País”, disse o governador. “Um simples gesto que estimula a preservação da nossa cultura e fortalece uma consciência cidadã”, completou.

A secretária Fátima Gavioli classificou a iniciativa como viável e, ao mesmo tempo, interessante. “Não é possível que a gente continue criando nossos filhos e alunos sem que conheçam os hinos, a história. São coisas que precisam ser faladas e respeitadas. Nenhum País com desenvolvimento pleno em Educação faz isso sem se vincular ao amor à sua pátria”, argumentou.

No Colégio Estadual Dom Fernando I, em Goiânia, cantar o Hino Nacional já é um hábito que faz parte da rotina escolar. Duas vezes por semana as turmas se reúnem na quadra de esportes para o momento cívico. “E, a partir de agora, vamos acrescentar o Hino de Goiás. Estamos prontos para cumprir essa tarefa pedagógica e também cívica”, disse a diretora Idalisa Brasil.

Ela conta que os alunos enxergam com naturalidade o hábito de se reunirem para a execução do Hino Nacional – e agora também o hino do Estado. “Quando a gente para e ouve o Hino de Goiás, começa a relembrar quão lindo nosso Estado é, e que realmente precisamos valorizá-lo. Acredito que não haverá dificuldade para incluir nosso hino na rotina escolar, será uma atividade natural entre os alunos”, completou.

A partir do decreto assinado pelo governador Ronaldo Caiado, a Seduc está elaborando um documento, que será encaminhado às escolas estaduais, contendo orientações sobre como incluir a atividade na rotina escolar.

VEJA TAMBÉM

PUBLICIDADE

spot_img

spot_img