Em reunião com servidores, prefeito frustra expectativas com 13º salário – Plural Notícias

Em reunião com servidores, prefeito frustra expectativas com 13º salário

Um sentimento de frustração e revolta. Foi assim que cerca de 200 servidores da Prefeitura de Itumbiara saíram de uma reunião realizada na semana passada na sede da Associação dos Funcionários da Prefeitura com o prefeito Zé Antônio (PTB). O encontro foi marcado pela diretoria do Sinditumbiara com o prefeito para discutir o pagamento do 13º salário atrasado de janeiro a junho, a regularização dos empréstimos consignados e o Plano de Cargos e Salários para corrigir os salários atrasados, após a decisão de cortar as horas extras. Mas após duas horas de reunião, o prefeito anunciou que inicia o pagamento do abono natalino apenas em julho e vai liberar apenas para os aniversariantes de janeiro e fevereiro.

No início da reunião, Zé Antônio fez uma explanação da situação financeira da Prefeitura. Disse que assumiu em 2017 com passivo de R$ 19 milhões com funcionalismo, referente a uma folha e parte do 13º. Contou que a folha mensal do seu governo gira entre R$ 14 a 15 milhões, sendo que um mês de 13º custa em torno de R$ 1 milhão. Lembrou de recomendação do Ministério Público e do TCM para reduzir gastos com pessoal, que motivaram as medidas de demitir comissionados e cortar as horas extras.

CONSIGNADOS

Zé Antônio disse que o problema dos empréstimos consignados foi resolvido. Ele garantiu que quitou a dívida junto à Caixa e Banco do Brasil e renegociou o débito com o Itaú. Justificou que usava o prazo legal para repassar o valor descontado dos empréstimos dos servidores para os bancos e que irá estudar abrir o consignado com outras instituições financeiras.

PLANO DE CARREIRA

Sobre a correção dos salários dos servidores, que estão defasados, o prefeito disse que o plano está sendo discutido há um ano e que será apresentado em breve à Câmara Municipal para ser votado. Ele afirmou que haverá audiência pública para debater o projeto antes da votação, porém não apresentou datas. Ficou expectativa que isso ocorra no segundo semestre.

13º SALÁRIO

Quanto ao abono natalino, disse que para o gestor é melhor pagar mensalmente, ao invés de acumular no fim do ano. Afirmou que a Prefeitura vai iniciar o pagamento em julho, no máximo até a primeira quinzena, liberando para os aniversariantes de janeiro e fevereiro. Ele não quis precisar datas para os demais meses (março a junho), mas sinalizou que isso deve ocorrer a partir de agosto, já que tem o compromisso mensal com a folha, que está sendo paga até o quinto dia útil do mês subsequente ao trabalhado.

Durante sua fala, o prefeito foi interrompido diversas vezes pelos servidores, que faziam cobrança ou questionavam os números apresentados, mas após declarar que o abono natalino somente seria pago a partir de julho, uma servidora aposentada da Prefeitura começou a reclamar que não aguentava esperar mais, pois ligava todo dia na Prefeitura e não obtinha resposta. Ela interpelou o prefeito se ele iria gastar o dinheiro dos servidores no Arraiá e alterou o tom de voz, conclamando os colegas a não aceitarem que a Prefeitura faria festa ao invés de pagar o 13º. Zé Antônio tentou conversar com ela, mas diante da resposta que o abono somente começaria a ser pago depois da festa, ela passou a falar das dificuldades que enfrenta com o atraso da Prefeitura. O desabafo da servidora foi gravado e exibido nas redes sociais na última semana.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *