quarta-feira - 05/05/2021
spot_img

Em Anicuns, Gracinha Caiado conhece projetos sociais e demandas locais

A coordenadora do Gabinete de Políticas Sociais (GPS) e presidente de honra da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG), primeira-dama Gracinha Caiado, percorreu o município de Anicuns, no Oeste Goiano, nesta sexta-feira (23/04), para conhecer projetos sociais e parcerias estabelecidas pelo Governo de Goiás para atender famílias em estado de vulnerabilidade e para a promoção de justiça social.

Durante o roteiro de visitação, que abrangeu projetos desenvolvidos em setores como educação, filantropia e áreas que apresentam demandas para o município, Gracinha Caiado sinalizou a vontade de reforçar as políticas sociais já desenvolvidas no local. “Queremos fazer um trabalho maior e desempenhá-lo junto com vocês”, declarou. A visita foi guiada pela primeira-dama de Anicuns, Walkenia Maria Leal do Nascimento.

Gracinha Caiado ressaltou a relação de “carinho” estabelecida com a região e agradeceu a parceria com o município. Destacou ainda o esforço administrativo do Governo de Goiás para levar benefícios para todas as regiões do Estado. Só em Anicuns, entre os anos de 2019 e 2020, a OVG concedeu um total de 2.903 benefícios a famílias carentes e entidades sociais que atendem pessoas em vulnerabilidade. Também há 103 estudantes da cidade que fazem parte do programa Universitário do Bem, da OVG.

As ações englobam doação de cadeiras de rodas e de banho, andadores e muletas, colchão caixa de ovo, kits de enxoval para bebês, fraldas descartáveis, malha compressiva para vítimas de queimaduras e, durante a pandemia, máscaras de tecido para reforçar a biossegurança da população mais carente.

Durante as duas primeiras etapas da Campanha de Combate à Propagação do Coronavírus no ano de 2020, o Governo de Goiás e a OVG enviaram mais de 1,2 mil cestas básicas para a prefeitura e entidades sociais de Anicuns, garantindo assim segurança alimentar a famílias em vulnerabilidade.

A coordenadora do GPS apontou ainda que há planejamento previsto para investimentos na rede de saneamento básico em Anicuns e lembrou o processo de repasses das contrapartidas estaduais para saúde nos municípios, verba que chegou a ficar 13 meses sem ser paga na gestão anterior. “Hoje o governo não deve a nenhum município. Só aqui em Anicuns, cerca de R$ 4 milhões foram repassados para investimentos na saúde”, destacou.

Roteiro
O roteiro de visitas no município foi iniciado na sede da Secretaria de Ação Social e Trabalho de Anicuns. A primeira-dama Walkenia apresentou à Gracinha Caiado a demanda de adequação estrutural do prédio, que é antigo. Atualmente, a estrutura comporta ações de formação para a população, onde são ministradas oficinas de pintura e de corte e costura.

Em seguida a comitiva seguiu para o Colégio Estadual Machado de Assis, unidade recém-reformada com recursos dos programas Equipar e Reformar. “Sem dúvida nenhuma educação é o princípio maior para que o indivíduo chegue à sua cidadania, ao seu futuro. Nós acreditamos nisso e é para isso que o governador Ronaldo Caiado tem trabalhado todos os dias”, ressaltou Gracinha, ao lembrar o esforço administrativo do governador para promover mais qualidade ao atendimento educacional do Estado e sanar déficits em repasses para merenda e transporte escolar deixados por administrações anteriores.

Entre outros investimentos, o Programa Reformar, instituído pela Secretaria de Estado da Educação (Seduc), destinou R$ 319 mil para atender as unidades da rede estadual localizadas em Anicuns. Já o Programa Equipar viabilizou um montante de R$ 630 mil para aquisição de equipamentos.

O colégio visitado promoveu uma mostra do trabalho pedagógico para apresentar à primeira-dama. Em momento de interação com os estudantes, Gracinha Caiado conferiu o resultado das aulas de educação ambiental. “Anicuns sai na frente e mostra a esses jovens a importância que é cuidar das nossas nascentes, da nossa água”, elogiou.

A agenda da primeira-dama prosseguiu com visita ao Clube das Mães, onde entidades filantrópicas, sociedade civil organizada e órgãos da administração municipal dedicam-se ao projeto Cozinha Solidária. A iniciativa oferece refeições às pessoas diagnosticadas com Covid-19 e que não têm condições de preparar o próprio alimento. A cada semana uma instituição é responsável pela ação.

VEJA TAMBÉM

SIGA NAS REDES

2,783FansLike
1,019FollowersFollow
0SubscribersSubscribe

PUBLICIDADE

spot_img
spot_img
spot_img