sexta-feira - 14/06/2024

Dois são presos em Buriti Alegre por roubo de gado

A Polícia Civil de Goiás, através dos Policiais Civis lotados em Buriti Alegre, coordenados pelo Delegado de Polícia Ricardo Chueire, efetuaram, no fim da tarde desta quarta-feira (30/10/2019), a captura do vaqueiro Mateus Diniz Souza, (nasc em 11/98); ele foi preso no Centro de Buriti Alegre por volta das 17:50h. Na data de 31/10/2019 por volta das 10:30h foi preso o outro integrante da quadrilha, Manoel Carlos de Almeida Neto.

Os detidos são os últimos dos 05 assaltantes que roubaram 132 cabeças de gado bovino em uma fazenda do município de Água Limpa em 23/10/2019, ocasião em que a família do gerente da Fazenda foi mantida com a liberdade privada durante e após o assalto

As prisões preventivas foram decretadas pelo Poder Judiciário de Buriti Alegre após requerimento do Ministério Público local após o órgão receber peças de informação da Polícia Civil.

O detido Manoel Carlos de Almeida Neto era vaqueiro da propriedade que foi roubada, mas estava previamente ajustado com os outros ladrões, ou seja, se fingiu de vítima mas na verdade colaborou com o assalto; inclusive filmando o gado com o celular e enviando o vídeo para os outros marginais verem o que ia ser roubado. Ele chegou a ser detido pela PM de Buriti Alegre no dia 25/10 mas estava totalmente fora de situação de flagrante, o que fez com que fosse liberado até que hoje sua prisão foi possível.

Dois dos demais autores do assalto estão presos em Iporá, cidade em que a PM local recuperou o gado no dia 25/10; um terceiro foi preso em flagrante pela PM de Buriti Alegre com armas de fogo e drogas, sendo que este também é co autor do roubo de gado.

Mateus Diniz Souza

Manoel Carlos de Almeida Neto

VEJA TAMBÉM

PUBLICIDADE

spot_img

spot_img