Dione diz que nova unidade reforça presença da Caramuru em Itumbiara – Plural Notícias

Dione diz que nova unidade reforça presença da Caramuru em Itumbiara

Alberto Borges, Dione Araújo, Adonídio Neto (secretário de Indústria e Comércio) e Deputado Estadual Álvaro Soares durante o lançamento da nova fábrica.


Convidado pela Caramuru para discursar no evento de lançamento da nova fábrica em Itumbiara por sua atuação política e empresarial para consolidação do projeto, o empresário Dione Araújo disse que abraçou o projeto logo de início por temer o impacto econômico que o fechamento da uma das linhas de produção da Caramuru, por falta de soja para esmagamento, teria na economia e na vida dos itumbiarenses.

Com a voz embargada em alguns momentos, Alberto Borges agradeceu o empenho do governo, das lideranças de Itumbiara e seus colaboradores na concretização da nova fábrica Caramuru.


“É nosso dever produzir matéria-prima para não deixar faltar soja para as indústrias goianas”, citou, destacando a necessidade de inverter a lógica perversa, que hoje favorece a exportação, em detrimento do processamento. Para Dione, é urgente uma revisão nos critérios atuais para exportação da soja goiana, pois os empregos estão sendo levados junto com o produto goiano para o mercado externo, principalmente a China. Ele defende mudança na legislação que garanta um percentual maior da soja em território goiano, para não faltar matéria-prima nas indústrias.

“A Caramuru é uma empresa que vence e se supera nas dificuldades, gerando empregos em plena pandemia.” Comentou Dione Araújo durante seu discurso.


Dione destacou a humildade de Alberto Borges de Souza nas reuniões com o governo, nas tratativas para viabilizar a nova planta fabril para Itumbiara e ainda o empenho dos diretores, do Conselho de Administração e colaboradores para a manutenção dos empregos. “A Caramuru cresce nas dificuldades e dá um grande exemplo para o Brasil neste momento de pandemia, anunciando novos investimentos e gerando empregos”, afirmou Dione Araújo durante seu discurso, destacando ainda a doação feita pela Caramuru, de mais de R$ 1 milhão, em equipamentos para o Hospital São Marcos e doação de alimentos para amenizar os efeitos sociais na população de baixa renda durante a pandemia.

Em maio, Alberto e Dione apresentaram projeto à Secretaria de Economia

Alberto Borges (Caramuru Alimentos), Cristiane Schmidt (secretária de Economia) e Dione Araújo durante reunião na Sefaz, no dia 04 de maio de 2020. Possibilidade de fechar 600 empregos em Itumbiara mobilizou lideranças e Governo Estadual.


No dia 04 de maio de 2020, os empresários Alberto Borges (Caramuru Alimentos) e Dione Araújo (Famóveis) tiveram um encontro na Sefaz, em Goiânia, com a secretária de Economia Cristiane Alkmin Schmidt, para levar ao governo de Goiás a proposta para instalação da unidade de Proteína Concentrada de Soja (SPC) em Itumbiara.

No encontro, Alberto Borges manifestou à equipe econômica do governo as dificuldades para manter as linhas de produção em Itumbiara, ante a escassez de soja para industrialização no Estado, já que 70% do produto é destinado para exportação, principalmente para a China. Dione Araújo colocou para a secretária Cristiane, que a possibilidade de fechamento de uma das linhas de processamento de soja seria catastrófica para a economia de Itumbiara, pois representaria a perda de 600 empregos diretos e uma acentuada queda na arrecadação de tributos e demanda por serviços, com grande impacto no comércio.

Alberto Borges e Dione Araújo na saída da reunião: confiança que o governo atenderia demanda do setor empresarial, beneficiando Itumbiara.


A partir deste encontro, o problema foi levado ao governador Ronaldo Caiado (DEM) e a equipe econômica passou a buscar soluções para enfrentar esse problema, que é causado pela política de incentivo às exportações de soja in natura adotada no Brasil, prejudicando as empresas que atuam no esmagamento e processamento da soja.

Ainda em maio, o governo enviou para a Assembleia projeto de lei alterando o prazo de resgate do crédito especial para investimento, viabilizando a atração de novos investimentos para Goiás, inclusive o projeto da Proteína Concentrada de Soja (SPC) da Caramuru. A matéria foi aprovada em junho e em menos de dois meses, a Caramuru consolidou o projeto, numa resposta rápida às demandas da cidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *