domingo - 16/06/2024

Caramuru investe R$ 165 milhões em nova fábrica em Itumbiara que gerará 1000 empregos

Lançamento da nova planta da Caramuru Alimentos mobilizou lideranças empresariais e políticas.


A Caramuru Alimentos vai instalar uma nova planta industrial em Goiás, no município de Itumbiara. A empresa assinou protocolo de intenção com o Governo de Goiás na última quinta-feira, 13, e no mesmo dia já deu início às obras que terão investimento de R$ 165 milhões.

A empresa, que tem atividades em Goiás, Mato Grosso e Paraná, participou da solenidade de assinatura do documento comandada pelo governador Ronaldo Caiado por meio de uma videoconferência e, logo depois já fez o lançamento oficial de início das obras na cidade de Itumbiara.

Alberto Borges recebe lideranças na Caramuru para anunciar novos investimentos.


“Hoje, a Caramuru é reconhecida pela qualidade do produto, pela dedicação e seriedade, gerando emprego e, ao mesmo tempo, não esquecendo do lado social, doando aparelhos para o hospital e cestas básicas para as ações sociais do governo”, disse Caiado em vídeo apresentado durante o evento.

A secretária de Estado da Economia, Cristiane Schmidt, também ressaltou que os benefícios das novas instalações da empresa vão além de Goiás, sendo relevantes no cenário nacional. “É uma unidade industrial que vai trazer mais competitividade para a nossa indústria e geração de empregos, ajudando principalmente agora em que a pandemia fez o desemprego aumentar enormemente”, disse a secretária.

Colaboradores da Caramuru e convidados durante apresentação da nova fábrica em Itumbiara.


Nessa nova planta industrial, a Caramuru vai processar farelo de soja Hipro para produção de Proteína Concentrada de Soja (SPC) e prevê investimentos na ordem de R$ 165 milhões, com geração de 1.096 empregos, entre diretos e indiretos.

“Não existe programa social no mundo mais eficiente do que aquele que gera trabalho. Emprego é que dá qualidade de vida, sustentação a toda família e dignidade ao cidadão”, comemorou o governador.

A Caramuru terá condições de processar 90 mil toneladas por ano de Proteína Concentrada de Soja. O investimento integrará o complexo industrial da empresa em Itumbiara e a instalação da indústria será junto à unidade de processamento de soja. Este não é o primeiro investimento que a Caramuru fez durante a pandemia. A empresa já tinha anunciado, no mês de julho, parceria com a Rumo Logística para construção de uma plataforma de transbordo Rodoferroviário em São Simão.

Alberto Borges (Caramuru Alimentos), Orlando Ferreira (CDL) e Dione Araújo.


Para o secretário de Estado da Indústria, Comércio e Serviços (SIC), Adonídio Neto, o anúncio de novos investimentos é um alento para a economia de Goiás e para a economia brasileira.

“Goiás é um Estado que tem trabalhado muito em desburocratização e facilitação para que novos investimentos confirmem interesse em vir para território goiano”, explicou.

Alberto Borges de Souza, diretor-presidente da Caramuru, prevê que dentro de dois anos, a unidade estará em pleno funcionamento, gerando empregos, renda e representa um projeto, além de econômico, também com perfil social.

VEJA TAMBÉM

PUBLICIDADE

spot_img

spot_img