sábado - 17/04/2021
spot_img

Câmara afasta Zé Antônio e dará posse a Gugu Nader

A defesa do prefeito Zé Antônio (PTB) impetrou mandado de segurança para tentar mantê-lo no cargo, após afastamento decretado pela Câmara. Há dois dias, a Câmara tenta notificá-lo do acatamento das denúncias e afastamento do cargo por 90 dias, mas o prefeito não está na cidade.

Ainda que na eventualidade de obter sucesso no remédio constitucional, o fim da carreira política do jovem político está próximo. Réu em duas Comissões Processantes na Câmara (denúncias de Lindaura Dinato e Paulo Fernando), investigado na CPI do IPASMI (que apesar da dificuldade em obter informações da Prefeitura está avançando e deve ser concluída em breve), com as contas rejeitadas pelo TCM (para escapar da inelegibilidade vai precisar de pelo menos oito votos na Câmara) e com rejeição de 80% da população, Zé Antônio terá imensa dificuldade para se manter no cargo, independente de liminar judicial.

Hoje o prefeito tem apenas um ou dois votos no Legislativo e caminha para ficar isolado. Ele tem direito de se defender, de espernear para ficar no cargo, mas o horizonte é cinza. Aquele jovem de 2008 que tinha o sonho de ser presidente da Câmara, deputado, prefeito, governador de Goiás e presidente parece ter se perdido no meio do caminho e está próximo de encerrar a carreira política, com mandato cassado ou inelegível pela rejeição das contas e sem respaldo popular.

VEJA TAMBÉM

SIGA NAS REDES

2,769FansLike
1,019FollowersFollow
0SubscribersSubscribe

PUBLICIDADE

spot_img
spot_img
spot_img