segunda-feira - 17/05/2021
spot_img

51% da economia de Itumbiara vem do comércio; 30% indústria e 8% campo

O Produto Interno Bruto (PIB) do município de Itumbiara, no ano de 2016, foi de R$ 4,1 bilhões, segundo levantamento divulgado pelo Instituto Mauro Borges (IMB). O setor de comércio/serviços continua com maior peso na formação da economia local, com participação de R$ 2,1 bilhões (51%), seguido pela indústria com R$ 1,2 bilhão (30%) e agropecuária com R$ 323 mil (8%), totalizando um valor adicionado de R$ 3,6 bilhões. Para o computo do PIB, entra ainda o pagamento de impostos, que somou R$ 433 mil há dois anos. O PIB per capita, que é o resultado da soma das riquezas produzidas, dividido pelo número de habitantes, é de R$ 40 mil. No ranking estadual, Itumbiara permanece como a sexta maior economia do Estado, seguida bem próximo por Jataí. Veja os números do IMB da economia local e estadual.

A soma das riquezas geradas no município de Itumbiara no ano de 2016 foi de 4 bilhões 110 milhões e 211 mil reais, segundo o Instituto Mauro Borges (IMB), permanecendo na sexta posição entre os maiores do Produto Interno Bruto (PIB) do Estado. O ranking é liderado por Goiânia, com 46,6 bilhões, seguido por Anápolis (13,1 bilhões), Aparecida (11,9 bilhões), Rio Verde (8,3 bilhões), Catalão (5,8 bilhões), depois Itumbiara, Jataí (4 bilhões), Luziânia (3,4 bilhões), Senador Canedo (3,4 bilhões) e São Simão (2,3 bilhões).
Quase 57% do Produto Interno Bruto (PIB) do Estado em 2016, que somou R$ 181,7 bilhões, ficou concentrado em apenas dez municípios. Pelo segundo ano consecutivo, a economia goiana retraiu (-3,5% desta vez) por conta dos reflexos da crise econômica, que reduziu a participação da produção industrial na geração de riquezas.
Somente o setor industrial recuou 4,5% na geração de riquezas, principalmente na indústria extrativa e na construção civil. O setor de serviços, que teve a maior participação na estrutura produtiva da economia goiana (49,1%), caiu 3,1%, com destaque para transportes, armazenamento e correios e comércio.
A agropecuária cresceu 0,4%, principalmente por conta da produção de soja. Os dez maiores municípios na agropecuária brasileira estão no Centro-Oeste e três são goianos. O melhor colocado é Rio Verde, primeiro do Estado e o terceiro do País. Jataí subiu da 8ª para a 7ª posição e Cristalina passou da 13ª para a 8ª colocação.

VEJA TAMBÉM

SIGA NAS REDES

2,820FansLike
1,019FollowersFollow
0SubscribersSubscribe

PUBLICIDADE

spot_img
spot_img
spot_img